Blog

DOXXA banner notícia 2

4 estratégias de marketing de conteúdo para e-commerce

By REDAÇÃO DOXXA | 8 janeiro 2021

 

Com o passar dos anos, os clientes ficaram cada vez mais exigentes, esperando que, além de produtos e serviços de qualidade, o conteúdo oferecido online pelas empresas (grandes e pequenas) também entregue alto valor. 

Assim, o marketing de conteúdo vem ganhando importância de forma acelerada, tornando-se parte essencial da estratégia do e-commerce para conquistar e engajar os consumidores. Por meio de práticas específicas, é possível entregar materiais ricos, com muita variedade de temas, alta qualidade e relevância, conhecer e encantar o público, gerando satisfação. Além disso, essa é uma forma eficaz de reforçar a marca e alcançar melhor posicionamento nos rankings das ferramentas de busca

Leia mais:
>> Futuro do e-commerce passa pelas mídias sociais
>> Por que o marketing de conteúdo deve ser guiado por dados

Para ter ideia da importância deste tipo de estratégia digital, hoje, segundo dados da plataforma de criação de e-business Oberlo, dentre as 4,6 bilhões de pessoas conectadas no mundo, mais de 2 bilhões devem comprar algo em e-commerces até o final de 2020. Isso representa 44,5% dos usuários da web. E, conforme projeção da Nasdaq, nos próximos 20 anos, 95% de todas as compras devem ser feitas pela internet. 

Agora, some essa informação aos dados apresentados pela consultoria Demand Metric, que aponta que 82% dos consumidores melhoram sua opinião sobre uma marca após ler conteúdos personalizados. O resultado claro dessa equação é a grande oportunidade que o marketing de conteúdo pode oferecer às empresas desde já. 

Por isso, é fundamental que sua marca invista na construção de uma estratégia de marketing de conteúdo com foco certo, bem planejado e bem executado para aprimorar seus canais de comunicação digital e a experiência do usuário. 

Aplicando o marketing de conteúdo ao e-commerce 

O sucesso da sua estratégia está na oferta de conteúdo relevante, otimizado,  cativante, bem pensado, direcionado de forma adequada e para o público certo. Isso porque, segundo a Demand Metrics, 60% das pessoas sentem-se inspiradas a fazer uma compra após ler bons materiais sobre um produto ou serviço. 

Assim, algumas práticas de marketing de conteúdo são capazes de gerar excelentes resultados às marcas por meio da oferta de informação diversificada, alinhada com as necessidades dos consumidores e de acordo com as premissas das ferramentas de busca. 

Pensando nisso, vamos falar sobre a importância de aplicar o marketing de conteúdo no seu e-commerce de forma adequada. Confira quatro aspectos fundamentais: 

 

1. SEO para e-commerce

 

O SEO (Search Engine Optimization) visa a melhorar o ranqueamento do seu site entre os buscadores. Com isso, ele aumenta o alcance do seu conteúdo e, no caso do e-commerce, potencializa a conversão. 

  • Palavras-chave: essas palavras relacionadas ao produto ou serviço tornam o conteúdo mais fácil de ser encontrado nos buscadores. Elas podem ser head tail – mais genéricas e direcionadas para quem ainda está no topo do funil de vendas – ou long tail – mais específicas e interessantes aos consumidores que já sabem o que querem e estão mais avançados na jornada de compra. 
  • Título das páginas: as palavras-chave devem ser aplicadas no título do produto ou serviço (incluindo informações como marca, tipo e cor), porém, não podem ultrapassar 60 caracteres.
  • Heading tags: trata-se da hierarquia dos títulos e intertítulos em grupos de h1 a h6, sendo o primeiro o mais importante, aquele que irá receber mais atenção dos buscadores. As heading tags auxiliam na organização de conteúdos mais longos.

  • URL:  informa o foco do tema da página do e-commerce. Deve conter a palavra-chave, ser objetiva e fazer sentido com o título. Digamos que você esteja vendendo uma bicicleta, a URL deve conter a palavra “bicicleta”, além da marca e de informações como a cor e se tem marchas.

  • Linkagem interna: essa rede de links internos é usada no marketing de conteúdo para conectar um conteúdo com outro também produzido por sua marca, o que aumenta a autoridade e relevância da página. Pode ser utilizada no menu, direcionar o comprador a produtos similares ou categorias complementares.

  • Descrição dos produtos: as técnicas de SEO podem ser usadas para descrever o seu produto ou serviço de maneira mais clara e direta para o cliente e sintonizada com os buscadores, destacando o seu negócio da concorrência. 

 

2. Conheça seu público

 

Para indicar o conteúdo certo para cada perfil de comprador do seu e-commerce, é indispensável conhecer quem são essas pessoas. E esse perfil não pode ser genérico ou baseado em achismos. Por isso, você deve dedicar um tempo para mapear e desenhar com seriedade a(s) persona(s) do seu negócio. 

É por meio das personas que você compreende mais profundamente quem é o seu cliente e quais são as suas motivações de consumo. Assim, é possível fazer alterações no layout do site, melhorar a navegação e até rever o estoque. Para delimitar essa persona, você pode usar algumas técnicas. Aqui vamos falar de duas das mais importantes: 

  • Mapa da empatia: esquema gráfico que engloba necessidades, desejos e problemas dos consumidores a partir de uma análise socioeconômica do público. 

 

  • Pesquisa com clientes: além dos dados coletados nas redes sociais e site do seu e-commerce, é fundamental comunicar-se direta e constantemente com seus clientes utilizando pontos de atendimento digitais e até mesmo físicos, se for seu caso. As perguntas devem ser pertinentes e cobrir hábitos, interesses e necessidades. 

 

 

3. Defina o melhor conteúdo 

 

No marketing de conteúdo, a elaboração do conteúdo deve incluir diferentes formatos e canais, como mídias sociais, blogs, reviews, imagens e vídeos, que precisam ser bem elaborados para apresentar o seu e-commerce de forma adequada. Lembre-se que a ideia é entregar valor e complementar o que o cliente vê na vitrine virtual do negócio. 

 

  • Blog: em torno de 70% das pessoas preferem artigos do que anúncios para aprender sobre uma marca, segundo o Demand Metric. Esse dado mostra que os textos do seu blog trazem credibilidade ao seu negócio e têm capacidade de expandir o entendimento do cliente sobre produtos e serviços. Mas não esqueça de aplicar as técnicas de SEO e pensar sempre na persona no momento de produzir os conteúdos. 

 

 

  • Reviews: a opinião dos clientes é tão relevante para seu e-commerce que, conforme a Inc. Magazine, 84% das pessoas confiam nas avaliações online tanto quanto nos amigos. Além disso, reviews promovem insights para melhorias do seu negócio e influenciam na percepção dos consumidores sobre sua marca. 

 

 

  • Imagens: auxiliam no rankeamento, portanto, as boas práticas do marketing de conteúdo orientam que elas devem conter descrição correta ao serem salvas na sua plataforma. Elas devem ter boa resolução e estar em sintonia com a descrição do produto ou serviço.

 

  • Vídeos: quanto mais videos sobre uma marca as pessoas assistem, maior é o valor gasto em compras, segundo o QuickSprout. Essas mídias podem conter depoimentos de clientes, bastidores do negócio e até guias sobre os usos de produtos e serviços.

 

4. Otimize as páginas de FAQs

 

O FAQ (Frequently Asked Questions) é o espaço no seu e-commerce destinado a resolver dúvidas mais frequentes dos seus clientes. Portanto, perguntas e respostas precisar estar muito claras e diretas, sem rodeios. 

Para conhecer as principais FAQs dos consumidores, mantenha-se em contato com eles – por e-mail, redes sociais, WhatsApp – e faça um compilado das dúvidas mais recorrentes. Assim, o conteúdo se torna muito útil para informar questões como pagamento, entrega, frete, trocas, devoluções, política de privacidade e outros temas.

Aplicar técnicas do marketing de conteúdo no e-commerce é benéfico para o negócio e para os consumidores, pois ajuda na produção de materiais cada vez mais interessantes e que correspondem às necessidades dos clientes de forma personalizada, entregando valor adicional. E – relembrando um ponto fundamental já mencionado neste texto – seguindo as técnicas corretamente, sua marca vai ter mais visibilidade nos buscadores e, consequentemente, vai ter maior alcance de consumidores nos seus produtos. 

Gostou deste artigo? Então, continue acompanhando nosso blog para conhecer mais sobre o mundo do marketing de conteúdo.

Sobre o autor

REDAÇÃO DOXXA

Posts relacionados

Futuro do e commerce passa pelas midias sociais 270x202 23 setembro 2020

Futuro do e-commerce passa pelas mídias sociais

By REDAÇÃO DOXXA | 23 setembro 2020

Além de impulsionar as vendas, as redes geram conexão e engajamento com o cliente ...

Leia mais
30 270x202 16 outubro 2020

Redes sociais geram prospecção e lembrança de marca

By REDAÇÃO DOXXA | 16 outubro 2020

Com mais de 3 bilhões de usuários, essas mídias já se tornaram fundamentais ...

Leia mais
O poder do conteudo inteligente para vendas no e commerce 2 270x202 27 fevereiro 2019

O poder do conteúdo inteligente no e-commerce

By | 27 fevereiro 2019

Qual a relação da produção de conteúdo inteligente com as vendas da sua loja? Descubra como elevar o sucesso do seu negócio apostando nas estratégias certas. ...

Leia mais
Mensagem enviada com sucesso!