Blog

A geração Z e sua desilusão com as mídias sociais

By REDAÇÃO DOXXA | 18 julho 2018

A Geração Z parece estar ficando cansada das mídias sociais. Um artigo no Contently cita uma pesquisa realizada em março deste ano pela Origin, braço de pesquisas da agência norte-americana Hill Holliday, mostrando que esses usuários (nascidos desde meados dos anos 1990 até o início dos anos 2000) estão deixando os sites de redes sociais – temporária ou permanentemente – e tenta entender por quê.

Leia também: A Geração Z está deixando as mídias sociais

O que o estudo indica é que boa parte deste abandono das mídias sociais está ligada aos efeitos delas sobre a saúde mental  dos usuários. Entre os entrevistados, 34% refere-se ao excesso de negatividade nas redes, enquanto 17% dizem que elas fazem com que se sintam mal a respeito deles mesmos. A mídia social é frequentemente ligada à ansiedade, depressão e baixa auto-estima, e 18% disseram que sentem muita pressão dos sites para chamar a atenção.

A pesquisa aponta um efeito paradoxal que a mídia social tem sobre essa geração. Para 22%,  as mídias sociais fazem com que se sintam como se estivessem perdendo algo, enquanto 71% afirmam que as redes têm impacto positivo sobre seus relacionamentos. E enquanto 29% dizem que as mídias sociais destroem sua autoestima, para 61% elas fazem bem para o ego. Ou seja, eles não podem viver com as redes sociais, mas não podem viver sem elas.

E o que isso significa para os profissionais do marketing? Para Lesley Bielby, diretora de estratégia da Hill Holliday, não é preciso entrar em pânico, afinal mais pessoas tendem a dar um tempo das redes do que realmente abandoná-las por completo. “Mas definitivamente mostra uma necessidade de pensar de maneira diferente sobre como as marcas podem usar as mídias sociais.”

No artigo da Contently, destaca-se que os profissionais de marketing devem notar é que 26% dos entrevistados disseram que estavam entediados com o conteúdo que estavam vendo. A Geração Z é amplamente responsiva ao conteúdo social de marca: 65% das pessoas que planejam permanecer em sites sociais seguem as contas de marcas e 43% relataram fazer compras diretamente pelas mídias sociais. O que parece claro é que as marcas estão sendo provocadas a ampliar sua criatividade para chamar a atenção da Gen Z.

Leia também: Sua marca precisa de um posicionamento social que seja verdadeiro

E considerando os motivos alegados pelos nativos digitais para se afastarem das plataformas de mídia social, as marcas parecem ter um imperativo comercial, ou até mesmo uma responsabilidade social, para criar conteúdos que promovam sentimentos positivos em seu público, que o ponham para cima gerem engajamento, isto é, deem a ele razão para continuar navegando nestes canais.

 

Fontes: Contently e Campaign

Sobre o autor

REDAÇÃO DOXXA

Posts relacionados

10 agosto 2018

Cresce valor investido em anúncios pagos em mídias sociais

By REDAÇÃO DOXXA | 10 agosto 2018

A pesquisa foi realizada com mais de 210 marcas que realizam ações em vários países, incluindo o Brasil. ...

Leia mais
31 julho 2018

LinkedIn agora permite enviar mensagens de voz de até um minuto

By REDAÇÃO DOXXA | 31 julho 2018

Funcionalidade estará disponível para todos os usuários da plataforma no mundo ao longo das próximas semanas. ...

Leia mais
5 setembro 2018

Pesquisa: GDPR não afetou a experiência das pessoas com as marcas

By REDAÇÃO DOXXA | 5 setembro 2018

Desde que a lei entrou em vigor as reclamações sobre proteção de dados mais que dobraram. ...

Leia mais
Mensagem enviada com sucesso!