Blog

Conteúdo inteligente e conteúdo útil: qual a diferença?

By EVA MOTHCI | 22 novembro 2018

Fazer marketing de conteúdo com eficiência exige dedicação, conhecimento e estratégia. As marcas se beneficiam amplamente com a oferta de conteúdo útil – isto é, aquele que tem um propósito, vai muito além das mensagens de autopromoção e que efetivamente resolve problemas para os consumidores. Para isso, é necessário ter certeza sobre que mensagem passar, quais os melhores formatos, canais e momentos, para quem essa mensagem é dirigida, além de atentar para as estratégias de otimização desse conteúdo – ou seja, fazer um marketing de conteúdo inteligente.

 

Leia também:

Conteúdo inteligente: 6 tendências para 2019

Como o marketing de conteúdo constrói uma marca personalizada

 

Assim, quando se pensa em conteúdo inteligente e conteúdo útil, temos que entender que o conteúdo inteligente vai além da utilidade – ou seja, não tem apenas a finalidade de vender a empresa ou o produto/serviço que ela oferece, mas sim busca transformar a empresa no segmento em que opera, ampliando seu valor e relevância para os clientes. Criar conteúdo inteligente é fundamental para que a marca não perca em tráfego nem em conversão.

Portanto, ao produzir conteúdo para uma marca, é importante considerar e avaliar as informações que estamos pensando em compartilhar com o público e se, de fato,  elas vão realmente ajudá-lo ou serão apenas discursos de autopromoção ou propagandas vazias, que não dizem nada, não atraem ninguém nem trazem mais valor. Se você quer ser bem-sucedido na sua estratégia de marketing digital, crie conteúdo útil e inteligente. Mas que conteúdo é esse? É o que veremos a seguir.

 

Criando conteúdo inteligente com um propósito

Produzir conteúdo é parte central da operação de marketing digital e é, também, um desafio para grande parte das empresas, já que demanda atuar com os diversos formatos tradicionais de mídia – como texto, imagens, vídeo e áudio – e ainda ter domínio sobre os diferentes canais de distribuição. Mas, independentemente do canal, um conteúdo de qualidade deve ter um propósito.

Então, o conteúdo útil (conforme o conceito apresentado no livro Youtility, de Jay Baer) é aquele que presta um serviço, com o propósito de resolver algum problema do consumidor. Pode ser também educativo, quando você compartilha conhecimento – webinars, seminários, cursos online. Um conteúdo que oferece fatos e atualizações sobre determinado setor tem o propósito de noticiar algo, como boletins, newsletters, etc. Mas o conteúdo também pode servir para inspirar e criar envolvimento emocional e, ainda, simplesmente para entreter.

E, claro, uma marca pode perfeitamente produzir conteúdo que, ao mesmo tempo, cumpra mais de um propósito: um post que informa e entretém, um vídeo que simultaneamente inspira e educa, etc. A inteligência está em criar conteúdos que possam ser utilizados em formatos variados, conforme o propósito e o canal de distribuição, servindo à marca em diferentes momentos e atendendo as necessidades de acordo com o planejamento e o calendário editorial.

 

Seis dicas para criar conteúdo inteligente e útil

Criar conteúdo de qualidade, inteligente, útil e com propósito é uma tarefa cada vez mais complexa, considerando a enorme quantidade de informação a que estamos sujeitos hoje. Além da sua marca, existem milhões de outras neste momento comunicando-se com os consumidores. Neste mar de ruídos que é a internet, como fazer o seu conteúdo soar como música? Confira cinco dicas importantes para criar conteúdo inteligente e útil, a seguir.

 

1. Tenha uma linha e um calendário editorial 

O planejamento é sempre muito importante. Conforme a estratégia da marca, estabeleça e cumpra a linha editorial – o que será publicado, como, onde, etc. – seguindo um calendário, para assegurar a regularidade na oferta de conteúdos.  

 

2. Procure ter consistência 

Imagine que seu público está acostumado a receber uma newsletter com as melhores ofertas toda sexta-feira: ele espera por isso, certo?. Mantenha a consistência e a regularidade no envio, fortalecendo assim sua conexão com essas pessoas.

 

3. Foque nas ferramentas de busca 

O trabalho de SEO é crucial para que o seu conteúdo, além de resolver problemas dos seus consumidores, seja encontrado mais facilmente por quem procura por ele.

 

4. Busque agilidade 

O processo de criação, publicação e ativação de conteúdo nas mídias sociais deve ser ágil, simplificado e otimizado, para que a marca consiga produzir e distribuir o que lhe interessa com velocidade.

 

5. Perfeição não existe, mas qualidade é fundamental

Persiga incansavelmente não a perfeição, mas a melhor qualidade possível. Informações bem embasadas e o mais completas possíveis, republicação de conteúdos interessantes, foco no que o consumidor deseja e nas demandas que sua marca pode atender, busque o melhor formato para cada canal de atuação em que seu público está.

 

6. Aposte na personalização 

Seus consumidores podem ficar ainda mais satisfeitos com um conteúdo mais personalizado. Com uma imagem bem definida e uma marca forte no mercado, consistente e com boa comunicação, naturalmente as pessoas se sentem mais seguras em consumir os conteúdos e acabam se envolvendo mais com sua marca.

 

Esperamos que você tenha entendido que o marketing de conteúdo é útil e inteligente quando é bem produzido, de acordo com as demandas do público, procurando entregar valor e relevância para o consumidor. Ou seja, além de atrair as pessoas mais adequadas para interagir com a sua marca, o marketing de conteúdo de qualidade (isto é, útil e inteligente) também permite que sua marca se expresse livremente e mostre ao público seus valores de maneira clara e consistente.

Continue acompanhando nosso blog para encontrar sempre informações úteis e relevantes para a o seu negócio.

Sobre o autor

EVA MOTHCI

Jornalista formada na PUCRS, escreve sobre tecnologia e negócios há mais de 20 anos, e também sobre cultura, ciências, viagem e comportamento. Trabalhou na RBS, Gerdau e portal Terra, entre outros veículos.

Posts relacionados

29 junho 2018

Como a Inteligência Artificial ajuda o Marketing de Conteúdo

By CAMILA FREITAS | 29 junho 2018

O momento, agora, é da criação de campanhas direcionadas e segmentadas e ações muito mais data-driven e eficientes. ...

Leia mais
31 agosto 2018

Como o Marketing de Conteúdo constrói uma marca personalizada

By CAMILA FREITAS | 31 agosto 2018

Com o Marketing de Conteúdo, você comunica quem é a sua marca, o que ela faz e revela seus reais valores para o público. ...

Leia mais
2 abril 2018

E-books: a captação de leads por trás da estratégia de conteúdo

By LUCILA ROSA | 2 abril 2018

71% dos consumidores confiam em soluções que fornecem informações úteis sem tentar vender alguma coisa. E um e-book é um ótimo formato para produzi-las ...

Leia mais
Mensagem enviada com sucesso!