Blog

Estudo: e-mail não é mídia social mas segue muito popular

By REDAÇÃO DOXXA | 28 agosto 2018

Com o surgimento e a popularização das mídias sociais e mensagens de texto, o email passou a ser visto por alguns como um meio de comunicação que acabaria por desaparecer. Entretanto, um estudo mostra que essa forma de se comunicar ainda tem importância e está muito presente na vida cotidiana.

Na verdade, o uso do email está crescendo – pelo menos entre os trabalhadores corporativos. De acordo com uma pesquisa realizada pela Adobe em junho último, com usuários de internet nos Estados Unidos que têm smartphone e trabalham em escritórios, a utilização do email pessoal aumentou 17% em relação a 2017.

No estudo, o email foi citado também como o meio de contato predileto para receber oferta das marcas por 50% dos entrevistados, embora o sentimento seja mais forte entre os consumidores mais velhos. O correio eletrônico aparece como a primeira escolha para 32% dos entrevistados com entre 18 e 24 anos e para 44% na faixa de 25 a 34 anos – não há ninguém com mais de 35 anos, estranhamente, de acordo com notícia do eMarketer. No geral, 55% das marcas preferidas do grupo mais velho entraram em contato com eles via email.

Segundo os entrevistados, 31% das ofertas de email no ano passado foram atraentes o suficiente para serem abertas. Quando perguntados sobre o que eles mudariam nos e-mails da marca se pudessem, a resposta principal foi terem mensagens mais informativas do que promocionais, citada por 39%, sendo 43% das mulheres e 44% entre os usuários com a partir de 35 anos. Para 27% dos entrevistados, mais conteúdo personalizado seria bem-vindo.

Fonte: eMarketer

Sobre o autor

REDAÇÃO DOXXA

Mensagem enviada com sucesso!