Blog

Podcast: a melhor estratégia de conteúdo em áudio

By CAMILA FREITAS | 13 maio 2019

A cada dia que passa, somos expostos a um volume enorme de conteúdos em diferentes formatos. Em poucos minutos acessando as mídias sociais, conhecemos novos produtos e empresas por meio de textos, vídeos e imagens. Atualmente, o formato mais “queridinho” dos usuários é o conteúdo em áudio, especialmente os podcasts.

 

Ouça este artigo na íntegra: 

 

Leia também: Conteúdo inteligente: 6 tendências para 2019

 

O que é um podcast?

Na prática, o podcast é um programa de rádio na internet. Porém, a diferença é que ele é um conteúdo sob demanda, produzido a partir de grandes temáticas de interesse do público ou de assuntos específicos.

O material pode falar sobre temas relacionados a diferentes campos do conhecimento, abordando áreas como tecnologia, inovação, comunicação, economia e política e, normalmente, é disponibilizado em série (os conhecidos “episódios”). Existem estilos e canais de podcasts variados disponíveis em todo o mundo e as empresas têm cada vez mais explorado esse universo.

 

Você sabia que a origem do termo “podcast” vem da junção de iPod, dispositivo da Apple de reprodução de arquivos MP3, e broadcast, que significa “transmissão” quando traduzido para o português?

 

O podcast é um conteúdo em áudio que, nos últimos quatro anos, tem feito parte das estratégias de conteúdo de diversas empresas. Seu principal atrativo é a praticidade: eles são conteúdos de fácil absorção. Além do rápido acesso (basta encontrar em players e aplicativos o conteúdo que você deseja ouvir), ele pode ser consumido a qualquer hora, em qualquer lugar, até mesmo quando a pessoa está em deslocamento, por exemplo.

 

Podcast no Brasil

No Brasil, esse formato de conteúdo surgiu em 2004 e, desde então, teve altos e baixos no mercado. Um estudo de 2016 sobre o consumo de podcasts, promovido pela Edison Research, mostrou dados bastante interessantes. Na época, cerca de 55% dos participantes informaram saber o que é podcast, sendo que 36% deles já haviam ouvido um podcast pelo menos uma vez.

Esse número ao longo dos anos cresceu. De acordo com a pesquisa PodPesquisa 2018, realizada pela Associação Brasileira de Podcasters (ABPod), hoje, somente no Brasil, 39,7% dos participantes afirmaram que ouvem podcast há mais de cinco anos e 3,7% há menos de 6 meses. Outro dado curioso do estudo é que a maioria dos ouvintes (84,1% para ser mais específico) são do sexo masculino e 31,4% dos ouvintes têm de 30 a 39 anos.

 

As vantagens de produzir podcasts

O podcast é mais uma estratégia de conteúdo para engajar os leads de uma marca, e a tendência é que em 2019 ela seja bastante explorada. Acompanhamos um aumento no consumo de conteúdo audiovisual nos últimos anos, principalmente por parte de grandes empresas que são referência no mercado.

 

Você sabia que a McKinsey tem um canal de podcast? Ela, que é uma das maiores organizações de consultoria empresarial americana, já percebeu a relevância do formato para o seu nicho e vem produzindo uma série de materiais que levam você para dentro da empresa, apresentando conversas com especialistas sobre assuntos importantes do seu segmento.

 

E, como falamos anteriormente, o podcast é um conteúdo que pode ser acessado facilmente – o smartphone é o device preferido apontado por 92,1% dos ouvintes. Ou seja, qualquer pessoa pode ouvir um episódio de onde estiver, pausar e dar início quando deseja e, ainda, fazer o download do conteúdo em dispositivos mobile ou desktop, então não é necessário estar conectado à internet para consumí-lo.

Para além dos fatores ‘praticidade’ e ‘mobilidade’, outra vantagem é que ele pode ser ofertado por marcas e empresas de diferentes segmentos. Contudo, é preciso ter um bom planejamento estratégico de produção e distribuição desse conteúdo. Com o material em mãos, é possível entregar exatamente aquilo que os seus consumidores desejam e, assim, estreitar relações e retomar (ou iniciar) processos de conquista ou reforço de parcerias com consumidores fiéis.

Atualmente, existem vários canais e plataformas online que já hospedam o formato. Assim, os produtores de podcast não correm o risco de não serem encontrados no ambiente digital, pois já existe um direcionamento destas plataformas para oferecer o formato em resultados relacionados às buscas dos usuários.

Uma notícia recente revelou que o Spotify comprou duas startups: a Gilmet Media e a Anchor, especialistas no segmento de produção e distribuição de conteúdo em áudio, para criação de uma plataforma como o Netflix, só que para o mercado de podcasts.

Assim, milhares de pessoas têm acesso aos conteúdos feitos especificamente em áudio e, da mesma forma como ocorre com outros formatos, quando procuram esses materiais, desejam encontrar insumos qualificados e originais.

Segundo a pesquisa PodPesquisa 2018, citada anteriormente, é possível perceber que quando as pessoas buscam por esse tipo de conteúdo é porque podem realizar outras atividades enquanto ouvem (77%). Em segundo lugar, está o desejo de consumir ‘qualidade e diversidade de conteúdo’ (75,3%). E em terceiro, a ‘liberdade para ouvir quando, como e onde quiser’ (74,6%). Além disso, é um conteúdo que tem potencial para atingir diferentes setores de atuação. Mas em destaque ainda está a área de tecnologia com 22,1% dos respondentes.

 

 

Ou seja, estamos falando de um meio de comunicação muito eficiente, que permite o aprofundamento em diferentes temáticas – principalmente aquelas que são de profundo interesse dos seus consumidores. Mas também de uma canal de fácil acesso, que permite às marcas aumentarem a sua credibilidade na área, demonstrando sua expertise em temas relacionados ao seu segmento de atuação.

Para saber mais sobre o universo dos podcasts e conhecer as melhores estratégias de produção de conteúdo em diversos formatos, assim como o áudio, contate a Doxxa.

Sobre o autor

CAMILA FREITAS

Jornalista formada na PUCRS, tem experiência em assessoria de imprensa, Marketing de Conteúdo, cobertura de eventos, produção de vídeo e revistas. Escreve sobre tecnologia, negócios, logística e comportamento.

Posts relacionados

22 abril 2019

4 itens fundamentais no Marketing de Conteúdo

By CAMILA FREITAS | 22 abril 2019

Você conhece seu público e tem um planejamento: agora, é hora de partir para a prática, com auxílio de conteúdo inteligente ...

Leia mais
31 agosto 2018

Como o Marketing de Conteúdo constrói uma marca personalizada

By CAMILA FREITAS | 31 agosto 2018

Com o Marketing de Conteúdo, você comunica quem é a sua marca, o que ela faz e revela seus reais valores para o público. ...

Leia mais
8 fevereiro 2019

Marketing de Conteúdo Inteligente: estrada para o futuro

By GABRIELA ESCOBAR | 8 fevereiro 2019

O mundo hiperconectado produz dados o tempo todo; para chamar atenção em meio a tantos estímulos, o marketing de conteúdo inteligente pode ser um diferencial ...

Leia mais
Mensagem enviada com sucesso!